Alma gêmea da minha alma

coracao_da_moca* Por Emmanuel

Alma gêmea da minha alma,
Flor de luz de minha vida
Sublime estrela caída
Das belezas da amplidão.

Quando eu errava no mundo…
Triste e só, no meu caminho
Chegaste, devagarinho,
E encheste-me o coração.

Vinhas na benção das flores
Da divina claridade,
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor!

És meu tesouro infinito.
Juro-te eterna aliança
Porque sou tua esperança,
Como és todo meu amor!

Alma gêmea de minha alma
Se eu te perder algum dia…
Serei tua eterna agonia,
Da saudade nos seus véus…

Se um dia me abandonares
Luz eterna dos meus amores,
Hei de esperar-te, entre as flores
Da claridade dos céus.

* Essa é a poesia do senador Públio Lêntulus Cornelius, escrita quando ainda era um jovem, na encarnação que viveu na Roma antiga, dedicada a Lívia, com quem se casou. Essa história encontra-se no livro “Há dois mil anos” (Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira).

Publicado em Leituras & Cia | Deixar um comentário

ESE – Cap 28 – Coletânea de Preces espíritas – Por Um Suicida

Resgate por amor - Jesus ajudando um suicida VI – Por Um Suicida

71 – Prefácio – O homem não tem jamais o direito de dispor da sua própria vida, pois só a Deus compete tirá-lo do cativeiro terreno, quando o julgar oportuno. Apesar disso, a justiça divina pode abrandar o seu rigor, em virtude de certas circunstâncias, reservando, porém, toda a sua severidade para aquele que quis furtar-se às provas da existência. O suicida assemelha-se ao prisioneiro que escapa da prisão antes de cumprir a sua pena, e que ao ser preso de novo será tratado com mais severidade. Assim acontece, pois com o suicida, que pensa escapar às misérias presentes e mergulha em maiores desgraças. (Cap. V, nº 14 e segs.)

72 – Prece – Sabemos qual a sorte que espera os que violam a vossa lei, Senhor, para abreviar voluntariamente os seus dias! Mas sabemos também que a vossa misericórdia é infinita. Estendei-a sobre o Espírito de Fulano, Senhor! E possam as nossas preces e a vossa comiseração abrandar as amarguras dos sofrimentos que suporta, por não ter tido a coragem de esperar o fim das suas provas! Bons Espíritos, cuja missão é assistir os infelizes, tomai-o sob a vossa proteção; inspirai-lhe o remorso pela falta cometida, e que a vossa assistência lhe dê a força de enfrentar com mais resignação às novas provas que terá de sofrer, para repará-la. Afastai dele os maus Espíritos, que poderiam levá-lo novamente ao mal, prolongando os seus sofrimentos, ao fazê-lo perder o fruto das novas experiências. E a ti, cuja desgraça provoca as nossas preces, que possa a nossa comiseração adoçar a tua amargura, fazendo nascer em teu coração a esperança de um futuro melhor!. Esse futuro está nas vossas próprias mãos: confia na bondade de Deus, que espera sempre por todos os que se arrependem, e só é severo para os de coração empedernido.

Para ouvir a Prece por um suicida do cap. XVIII do Evangelho Segundo o Espiritismo, clique no Audio Player abaixo:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

“[…] Enquanto não estivermos todos unidos aos corações que mais amamos não seremos completamente felizes. É por isso que, muitas vezes, quando os relógios apontam as seis horas da tarde, muitos de nós sentem suave melancolia, ou, dependendo do nosso problema, uma tristeza grande, porque essa é a hora em que Maria, mãe de Jesus, recolhe a súplica de todas as criaturas. É a hora em que até no Vale dos Suicidas o silêncio acontece. É a hora em que, no Hospital Maria de Nazaré, todos voltam o olhar para o chão, para implorar a proteção da mãe de Jesus ao seu recomeço”.
Fonte: Mayse Braga – Suicídio – Palestra realizada na Comunhão Espírita de Brasília

Para ouvir a Ave Maria de Gounoud na voz de Beniamino Gigli, clique no Audio Player abaixo:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Publicado em Leituras & Cia | Deixar um comentário

Desejo a você!

desejo_voceDentre os vários escritos de Vitor Hugo, o ilustre romancista francês, há um poema de profunda sensibilidade e grandiosa beleza que diz o seguinte:

Para ouvir o poema de Vitor Hugo na voz do jornalista Paulo Roberto Oliveira do Momento Espírita, clique no Audio Player abaixo:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

ou

Para ouvir o poema de Vitor Hugo na versão “Amor pra recomeçar” de Frejat & Barão Vermelho, clique no Audio Player abaixo:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Desejo, primeiro, que você ame, e que, amando, também seja amado. E que se não for, seja breve em esquecer. E que, esquecendo, não guarde mágoa.

Desejo também que tenha amigos, ainda que maus e inconsequentes. Que sejam corajosos e fiéis, e que pelo menos num deles você possa confiar sem duvidar.

E porque a vida é assim, desejo ainda que você tenha adversários. Nem muitos, nem poucos, mas na medida exata para que, algumas vezes, você se interpele a respeito de suas próprias certezas.

E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo, para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo, depois, que você seja útil, mas não insubstituível. E que nos maus momentos, quando não restar mais nada, essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo, ainda, que você seja tolerante, não com os que erram pouco, porque isso é fácil, mas com os que erram muito e irremediavelmente, e que fazendo bom uso dessa tolerância, você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem, não amadureça depressa demais, e que, sendo maduro, não insista em rejuvenescer, e que, sendo velho, não se entregue ao desespero.

Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor, e é preciso deixar que aconteçam no tempo certo.

Desejo, por sinal, que você seja triste, não o ano todo, mas apenas um dia. E que nesse dia descubra que o riso diário é bom, o riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra, com a máxima urgência, acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo, ainda, que você afague um gato, alimente um cuco e ouça o João-de-barro erguer triunfante o seu canto matinal porque, assim, você se sentirá bem por pouca coisa.

Desejo também que você plante uma semente, por mais minúscula que seja, e acompanhe o seu crescimento, para que saiba de quantas muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro, porque é preciso ser prático. E que pelo menos uma vez por ano coloque um pouco dele na sua frente e diga: Isso é meu, só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra, por ele e por você, mas que, se morrer, você possa chorar sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo, por fim, que você, sendo homem, tenha uma boa mulher, e que sendo mulher, tenha um bom homem e que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes, e quando estiverem exaustos e sorridentes, ainda haja amor para recomeçar.

* * *

Muitas vezes, desejamos que a vida seja feita apenas de coisas que nos parecem agradáveis, esquecidos de que são os obstáculos que nos fortalecem e nos fazem evoluir.

São as responsabilidades que nos pesam aos ombros que nos mantêm com os pés no chão, e as forças contrárias servem de testes para nossa resistência.

Assim sendo, só podemos avaliar o valor das circunstâncias pelas lições que nos deixam depois que passam.

Pensemos nisso!

Publicado em Leituras & Cia | 1 comentário

Cartas a um jovem instrutor de informática: aula particular

Caro colega, salve!
você me agradece pelos conselhos que recebeu aqui nesse blog e aproveita para informar que sua nova ocupação como instrutor de informática corporativa segue em plena ascensão. Fico prá lá de satisfeito e ao mesmo tempo lisonjeado pelo novo pedido: como se tornar um instrutor particular

Fique tranquilo! Você como técnico em informática autodidata possui as melhores possibilidades para continuar nesse ofício e reune as habilidades necessárias de comunicação para o novo desafio. Mas, para tudo deve haver método & metodologia.

Quando comecei a ministrar aulas particulares de informática (personal trainner digital) em 1995 para crianças, jovens adolescentes, adultos e idosos, usava um método simples.

Consistia num modelo usado na 2ª guerra mundial que acelerava o treinamento de novos funcionários na industria de material bélico.

Era composto de três passos:

1º Eu faço, eu te explico.
2º Tu me explicas, eu faço.
3º Tu fazes, tu me explicas.

Desenvolvi até um manual de sobrevivência para o instrutor particular de Informática. Na verdade uma (re) construçao do excelente livro Manual de Sobrevivência Para o Professor Particular [de Idiomas]. Ficou tão bom que a partir de formulários do livro criei o LNTP (Levantamento de Necessidades de Treinamento Particular). Sugiro que você adquira um exemplar e também o reconstrua dentro de suas possibilidades e vivência profissional. Segue abaixo a sinopse do material.

SINOPSE. “As principais questões com as quais se defronta o professor particular de idiomas são abordadas por este livro de forma leve e bem humorada acompanhadas de sugestões das mais didáticas às mais práticas, para ajudar o cotidiano do professor. Sugestões de atividades, de correção e avaliação assim como de planejamento e acompanhamento e até mesmo dicas de como abordar o delicado tema do pagamento. Um instrumento de grande utilidade para o professor particular de idiomas”.

Bração e boa $orte,
Quemel

Publicado em InsTrUTOR | 3 comentários

Recordar é sofrer: HP sete dias para responder a dúvida do consomeDOR

O Suplemento de Informática do Correio Braziliense (onde fui colunista e consultor técnico) fez uma matéria sobre suporte online em agosto de 2007. Uma rápida pesquisa pela internet demonstra que o suposto suporte técnico não passa de propaganda enganosa.

Talvez seja por isso que Foruns de Informática como o Guia do Hardware e Baboo façam tanto sucesso. Quando adquirimos um produto, deveríamos ser informados que aquela opção de garantia estendida é pura enganação. A HP levou sete dias para responder uma simples dúvida. Imagina se eles tivessem que responder as dúvidas complexas enviadas para a Coluna Info Ajuda. Sete anos depois e a situação continua a mesma, mas a disposição para enfrentar o problema, esmoreceu.

E no Natal de 2012 a situação piorou se você comprou equipamentos LG em certo magazine. Terá uma surpresa: há equipamentos estocados a pelo menos 24 meses e a LG em nota oficial afirma que equipamentos com mais de cinco anos não são cobertos pela reposição de peças (ver Correio Braziliense de 28/11/2011 – Seção Grita do Consumidor).

Por isso Técnico, antes de indicar um equipamento para seu cliente, faça um trabalho de 2ª Seção (Inteligência), pois os meus, desde 1994 que não caem mais nestas armadilhas de consumo. Saiba como foi o teste clicando no link ao lado. [Saiba mais]

Publicado em consomeDOR | Deixar um comentário

A falênsia da comunicassão nos proficionais de TI

Caro leitor, cara leitora, salve!

Esse texto foi produzido como exercício na disciplina de Redação Jornalistica II sob a supervisão da professora doutora Florence Dravet (Universidade Católica de Brasília).

A pegadinha do primeiro parágrafo comprovou a tese de Nicholas Carr em seu livro A geração superficial – O que o Google está fazendo com nossos cérebros. Afirma o autor que depois da Internet, as pessoas não leem mais do que 20 linhas.

O episódio com o estagiário foi verídico e aconteceu quando era coordenador de estágio entre 2004 e 2008. O estudante cursava Engenharia de Redes de Comunicação na Universidade de Brasília (UnB).

O texto causou polêmica. Fui taxado de analfabeto e praticante do “analfabestismo” funcional. Leia até o fim e descubra o porquê!

==========================================================

Por Luiz Henrique Quemel
Especial para o Correio Braziliense

Como fasso para ser um proficional de sucesso? Poço participar do processo de estágio? As duas orações não fazem parte de auguma obra de ficção, mas de tópicos postados em foruns de informática por adolescentes aspirantes às carreiras de tecnologia da informação. A maioria tem aver com orientação vocassional, mas grande parte está relacionada com informação proficional. Continue lendo

Publicado em Carreiras Digitais & Cia | 20 comentários

[Recesso] Desintoxicação Tecnológica Stresseletroencefalogrâmica!

Caro leitor, cara leitora, salve!

O Blog do QUEMEL estará de 18 a 22 de julho/2016 em Desintoxicação Tecnológica. Em breve voltaremos com posts exclusivos. No 2º semestre de 2016 nas palestras Pergunte ao Doutor Computador a serem realizadas na Fnac Brasília, sortearemos um Day Use do Hotel Fazenda Cabugi. Você poderá passar um sábado (das 8h às 17) com direito a café da manhã e almoço muito mais com o sistema All Inclusive.

º

Publicado em Desintoxicação Tecnológica | 1 comentário

Desconectado, por Beto Acioli

Desconectado, por Beto AciolliSuporto as saudades
mas quero e prefiro o calor real.
O olho no olho, o toque na pele…
Não quero o frio beijo nem o abraço verbal.

Há alma em meus poros,
há sangue em minhas veias,
há pulso em meu corpo…
Sei, sou um anormal.

Meu mundo é de cores,
tem cheiros e sabores,
prazeres e dores de um mundo real.

Prefiro o saudável.
Louvo o inefável.
Vivo o palpável, não o virtual.

* Beto Acioli é poeta e autor do blog “A Cara da Dor

Publicado em Desintoxicação Tecnológica | 3 comentários

Desintoxicação Tecnológica

Desintoxicação Tecnológica Você seria capaz de permanecer apenas 48 horas sem acessar a internet, atender celular, ligar o laptop, desktop, tablet ou agendar alguma coisa no smartphone?

O que você acha que aconteceria?

111. ( ) O cerrado viraria mar

121. ( ) O mar pegaria fogo e comeríamos peixe cozido

131. ( ) “Lagrostas” (mutação genética entre lagostas e ostras) invadiriam a praia

141. ( ) Escreva aqui sua sugestão

151. ( ) Perderia o cargo de Presidente da Associação dos Associados da Associativa

171. ( ) Você seria convidado para ser Diretor-Geral da Direção Diretiva.

Publicado em Desintoxicação Tecnológica | Deixar um comentário

[Desintoxicação Tecnológica] 48 horas desconectado

DETOX_TECNOLOGICA

Publicado em Desintoxicação Tecnológica | Deixar um comentário

[Livro] Vocabulário YORÙBÁ

“O yorùbá é um dos mais de 250 idiomas falados na Nigéria e em alguns outros países da África Ocidental. É uma língua tonal, uma vez que não considera apenas o som, mas também o tom de cada palavra para lhe atribuir um sentido específico. Por isso, possui acentuações (grave, média e aguda) associadas aos tons musicais que definem seu sentido.

Até o século XIX, a língua yorubana não possuía uma forma escrita. Só a partir de então, alguns missionários yorubanos da igreja anglicana, com a ajuda de alguns de seus colegas estrangeiros, criaram a escrita yorùbá baseada no alfabeto europeu.

Inúmeros termos em yorùbá são utilizados no dia a dia das casas de candomblé e, em função da expansão dos cultos de origem africana no Brasil, o idioma foi assunto de muitos estudos em nosso país.

Neste livro, Eduardo Napoleão oferece noções de grafia e pronúncia dos principais termos yourùbá, além de um resumo gramatical que analisa os fonemas, substantivos, pronomes e tons do idioma, em uma linguagem clara, destinada a facilitar a compreensão dos cânticos, rezas e encantações que fazem parte da religião dos orixás”.
===============================================================
Comentário do QUEMEL: “ Nã Oluwa Alasaro Nití Àioyé On Irin, Íbí Gbogbo Gbon-Agbomregé Òti Sogbogba, Pé Um-hún Àtaiyebaiye Gbogbo Àjumodapo Towotowó, Feran Gbogbo Pagagidi Basi Papá Tiwá Fé”.

Publicado em Leituras & Cia | 1 comentário

[insTrUTOR] Envio manual de e-mail no Outlook 2016

Quemel insTrUTOR corporativo O curso é sobre gerenciamento de informações e atividades. Em 40 horas aprendemos a controlar agendas, compromissos, eventos, tarefas e a administrar melhor nosso tempo.

Iniciamos o semestre utilizando o material didático do Outlook 2007 e fomos surpreendidos pela migração para o Outlook 2016.

O que fazer? Não tivemos problemas, pois não importa qual software se utiliza. O mais importante é aprender a filosofia do aplicativo. Continue lendo

Publicado em InsTrUTOR | Deixar um comentário

[insTrUTOR] A fóvea em aula de Excel 2016

reading_brain A turma composta só por mulheres ficou constrangida quando perguntei se elas usavam as suas respectivas fóveas. Se nos estivéssemos na Escolinha do Professor Raimundo (Chico Anísio), decerto que a Dona Bela, personagem puritana interpretada por Zezé Macedo, teria desmaiado na hora. Eu não possuo na turma o CDF Ptolomeu (Zizo Neto) para me socorrer neste momento de constragimento. Mas a partir dai foi só divertimento, pois a aula encontrou seu lado lúdico.

A pergunta relativa à fóvea deu-se porque elas não estavam conseguindo visualizar as Faixas de Opções próximas à Barra de Menu. Expliquei que o uso otimizado da fóvea auxiliaria na leitura dinâmica, por que é capaz de abranger uma área maior de leitura horizontal e não somente sua área de foco.

Quando comecei a desenhar a fóvea, então o constrangimento foi maior, haja vista que não sou um bom desenhista. O mal estar provocado pela pergunta se desfez quando eu expliquei de forma (neuro)didática o significado da palavra. Teve educanda que pensou (literalmente) bobagem, mas não quis revelar o conteúdo.

Ao pesquisar na Internet sobre a palavra tivemos uma enxurrada de conceitos, nem sempre corretos. Por isso prefiro que você tenha contato (pela primeira vez) com o conceito de fóvea usando uma apresentação do neurocientista Stanislas Dehaene em seu livro Os neurônios da leitura. Clique aqui para baixar a apresentação

Publicado em InsTrUTOR | Deixar um comentário

[O Crepúsculo do Dragão] Pulsação Narrativa!

Era oito do oito de 2008. Jorge Arthur Mohammed sentiu um cansaço e tremedeira nas mãos. À medida que as afastava do teclado, mais tremia e a vista embaçava.

Foi parar na emergência do Hospital das Forças Armadas (HFA). Fez a ficha e aguardou a vez de ser atendido. A porta do consultório se abriu e um senhor de barbas brancas e olhos azuis convidou-o a entrar. Por que a gente sempre tem a impressão que já conhece as pessoas?

O médico questionou os motivos da visita. O agente da Unidade de Crimes Tecnológicos (Technology Crime Unit – TCU) falou sobre as câimbras, sede em excesso e incontinência urinária. O médico pegou o esfigmomanómetro e disse:

– Há muita pressão. Isso é Pulsação Narrativa. Você precisa escrever meu filho!

– Pulsa… o quê? Gaguejou, atropelando as palavras. Ele devia estar brincando, pensou.

E estava mesmo. Sorriu, pegou o polegar direito de Jorge Arthur e espetou uma espécie de caneta com agulhas. O sangue apareceu de forma tímida. Foi o suficiente para inseri-lo num pequeno equipamento digital.

– E além disso, está com a glicose muito alta, diagnosticou o médico.

Sentou-se e começou a rabiscar. Parecia estar prescrevendo uma receita ou um atestado médico. Entregou os dois papeis e o profissional dos bytes sem enxergar muito bem devido à cirurgia nos olhos (lasik) recente, pegou e saiu.

Entrou na farmácia para aviar as duas receitas. A moça olhou e devolveu uma. Disse que não vendia ali. Notou um olhar meio desconfiado, como a esconder uma risada incontida. Jorge Arthur guardou a caixa de Cloridato de Metformina (genérico para Glifage XR500) e se dirigiu a outra farmácia.

Entregou a outra receita, muito maior e com mais itens. A moça riu e disse-lhe:

– Senhor, não vendemos livros aqui!

Retornou para casa e com uma lupa de grande ampliação leu: Continue lendo

Publicado em O Crepúsculo do Dragão | Com a tag , | Deixar um comentário

[insTrUTOR] Errar é humano!

Errar é humano” foi o tema da aula sobre processadores de texto que ministrei para minha turma de inclusão digital numa escola de informática e cidadania. Forneci um papel A5 (210 x 148) para cada educando e pedi que redigissem apenas um parágrafo. Dei cinco minutos para a tarefa.

Mostrei a diferença entre um processador de texto manual (manuscrito) e um processador de texto eletrônico (Writter e Word). Mostrei que se aprendessemos a filosofia de um processador de texto, seria fácil usá-lo, fosse o Word (Office) ou Writter (OpenOffice). Em seguida dei uma folha A4 (297 x 210) com vários parágrafos impressos e pedi que digitassem em apenas 5 minutos. Houve protestos!

– Hei professor, isso não acaba em menos de 60 minutos. Não tenho sessenta minutos para perder com digitação.

– Classe, eu digito em apenas sete segundos. Abri o Microsoft Word 2013 e digitei:

=rand(5,5) . Eles acharam que foi bruxaria, feitiçaria, magia e nisso a aula ia…

A partir desse momento descontraído, o conhecimento fluiu de forma espontânea. Contei sobre o mistério do comando RAND (descubra você também o que ele faz) e sobre o tema proposto. “Herrar é o mano” foi título da redação mais curta da história. Diz assim:

“Minha mãe vai ter um filho e ele se chamará Herrar, pois Herrar é o mano”.

Meus alunos foram mais criativos. Especialmente aquele que me fez gargalhar ao ler sua redação:

“Errar é humano – Ouço isto há bem tempo, mas agora acabei de crer que é verdade, pois até o professor Quemel herra; ele é o mano!”

 

Publicado em InsTrUTOR | 4 comentários

Estratégia de contrainteligência é tudo!

Um velho vivia sozinho em Belém do Pará. Ele queria cavar seu jardim, mas era um trabalho muito pesado. Seu único filho, que normalmente o ajudava, estava na penintenciária de Americana. O velho então escreveu a seguinte carta ao filho, reclamando de seu problema:

“Querido Filho, estou triste porque, ao que parece, não vou poder plantar meu jardim este ano. Detesto não poder fazê-lo porque sua mãe sempre adorava a época do plantio depois do inverno.

Mas eu estou velho demais para cavar a terra. Se você estivesse aqui, eu não teria esse problema, mas sei que você não pode me ajudar com o jardim, pois está na prisão. Com amor, Papai.”

Pouco depois o pai recebeu o seguinte telegrama:

“PELO AMOR DE DEUS, papai, não escave o jardim! Foi lá que eu escondi os corpos”.

Às seis da manhã do dia seguinte, uma dúzia de agentes da policia civil, federal e policiais militares apareceram e cavaram o jardim inteiro, sem encontrar nenhum corpo.

Confuso, o velho escreveu uma carta para o filho contando o que acontecera.
Esta foi a resposta:

“Pode plantar seu jardim agora, papai. Isso é o máximo que eu posso fazer no momento.”

Estratégia de contrainteligência é tudo para um técnico em informática, instrutor, professore, administrador, assistente social, consultor, jornalista, etc, etc e etc…

Nada como uma boa estratégia de contrainteligência para conseguir que os espiões fiquem correndo em volta do próprio “rabo” sem nada conseguirem. Parece impossível, mas não é.

Publicado em Escovando bytes | Deixar um comentário

[Para decifrar] Kraftwerk – Numbers: Codex -> Steganografia

Publicado em Clipping | 1 comentário

DJ Henrique Beethoven – O início!

vitrola_philips503 O ano era 1974 e foi numa garagem da Vila Militar General Gurjão, localizada à Av. 16 de Novembro em Belém do Pará que iniciei meu ofício de DJ.

Foi por acaso. Havia ganho uma vitrola Philips modelo 503 num sorteio da Secretaria de Fazenda do Estado do Pará.

Além de frequêntar a sede campestre do Círculo Militar aos domingos, não se tinha muita coisa para fazer aos sábados à noite.

A idéia de se instituir um “Hi-fi” partiu da Andréa, filha do Maj. Costa. Digamos que eu não era um modelo de beleza e como não tinha vez com as “pequenas” o jeito era cuidar da vitrolinha e fazer o povo dançar.

A tertúlia começava às 20h e só tocava duas músicas: Kung Fu Fighting de Carol Douglas e Feelings de Morris Albert. Às 22 horas encerrava o baile.

E eu pergunto: aonde você estava em 1974? Com Carol Douglas, Kung Fu Fighting!

Para curtir a música, clique no Áudio Player abaixo:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Baile dos anos 70

Publicado em DJ Henrique Beethoven | Deixar um comentário

Oração e Atenção, por Emmanuel

Oraste, pediste. Desfaze-te, porém, de quaisquer inquietações e asserena- te para recolher as respostas da Divina Providência. Desnecessário aguardar demonstrações espetaculosas para que te certifiques quanto às indicações do Alto.

Qual ocorre ao Sol que não precisa descer ao campo para atender ao talo de erva que lhe roga calor, de vez que lhe basta, para isso, a mobilização dos próprios raios, Deus conta com milhões de mensageiros que Lhe executam os Excelsos Desígnios. Ora e pede. Em seguida, presta atenção. Algo virá por alguém ou por intermédio de alguma coisa, doando-te, na essência, as informações ou os avisos que solicites.

Em muitas circunstâncias, a advertência ou o conselho, a frase orientadora ou a palavra de bênção te alcançarão a alma, no verbo de um amigo, na página de um livro, numa nota singela de imprensa e até mesmo num simples cartaz que te cruze o caminho. Mais que isso. As respostas do Senhor, às tuas necessidades e petições, muitas vezes te buscam através dos próprios sentimentos a te subirem do coração ao cérebro ou dos próprios raciocínios e a descerem do cérebro ao coração. Deus responde sempre seja pelas vozes da estrada, pela pregação ou pelo esclarecimento da tua casa de fé, no diálogo com a pessoa que se te afigura providencial para a troca de confidências, nas palavras escritas, nas mensagens inarticuladas da natureza, nas emoções que te desabrocham da alma ou nas idéias imprevistas que te fulgem no pensamento, a te convidarem o espírito para a observância do Bem Eterno.

O próprio Jesus, o Mensageiro Divino por excelência, guiou-nos à procura do Amor Supremo, quando nos ensinou a suplicar: “Pai Nosso, que estás no Céus, santificado seja o Teu nome, venha a nós o Teu reino, seja feita Tua vontade, assim na Terra como nos Céus… E, dando ênfase ao problema da atenção, recomendou-nos escolher um lugar íntimo para o serviço da prece, enquanto Ele mesmo demandava a solidão para comungar com a Infinita Sabedoria. Recordemos o Divino Mestre e estejamos convencidos de que Deus nos atende constantemente; imprescindível, entretanto, fazer silêncio no mundo de nós mesmos, esquecendo exigências e desejos, não só para ouvirmos as respostas de Deus, mas também a fim de aceitá-las, reconhecendo que as respostas do Alto são sempre em nosso favor, conquanto, às vezes, de momento e em nossa visão limitada, pareçam contra nós.

Autor: Emmanuel
Psicografia de Chico Xavier

Publicado em Leituras & Cia | Com a tag | 1 comentário

Notebook Positivo Unique S1991? Não recomendo a compra!

consomeDOREssa máquina chegou recentemente ao laboratório para resolver problemas de lentidão. Estava carregando diversos programas que são oferecidos de forma gratuita, mas depois ficavam dando mensagens baseadas na pedagogia do terror: seu sistema está infectado, compre o nosso antivírus, etc.

Removido os programas mesmo assim a lentidão em abrir os programas inclusive na internet (10 mega – Oi Velox) continuava.

Fui investigar o hardware. É o pior possível: processador Intel Celeron de 1.5Ghz, memória de 2GB, mas utilizável apenas 1.4GB em função de não ter placa de vídeo. Essa é a primeira vez que conheço um notebook com apenas 3 células de baterias, onde o mínimo seriam 4 células. Como forma de ludibriar o usuário neófito acompanha um óculos 3D dando a impressão que a máquina ordinária pode oferecer suporte satisfatório à tecnologia.

Para completar o desespero do usuário roda o Windows 8.1 de 64 bits. Nem aumentando a memória virtual (swapfile) para 8GB o problema da lentidão foi resolvido. E o pior é a montagem física do notebook: contém apenas um slot de memória o que impede a adição de outro pente de memória ram. O hd é montado apenas com quatro parafusos e a bateria é fixa no interior do gabinete. Se você instalar qualquer antivirus e a morte do notebook está decretada pela lentidão.

Para se ter uma performance satifastória o ideal seria uma máquina com processador Intel Core I3, 6GB de Ram, hd de 500GB, bateria de 4 celulas, tela de 14″ e unidade de DVD-RAM.

Numa pesquisa rápida pela internet pude localizar várias reclamações. A primeira é bem interessante. Portanto, equipamentos Positivo estão proibidos no laboratório do Doutor Computador. Não valêm a pena.

Reclamação contra lentidão travamento do Notebook Positivo Unique S1991

HD não presta: notebook Positivo Unique S1991

Notebook Positivo S1991: Novo problema – Tela LCD

Comprou dois notebooks Positivo Unique S1991 – Dois defeitos diferentes

Reclame Aqui: 73 reclamações contra o notebook Positivo Unique S1999

Publicado em consomeDOR, Doutor Computador | 30 comentários

Carta a um jovem técnico de informática: garantia de serviços

Caro colega, salve!

Você me pergunta qual é a minha “mágica” para dar 366 dias de garantia num serviço técnico de informática, o sistema de recuperação de desastres “Começar de Novo”?

Sempre aparece aquele blá, blá, blá sobre magia, feitiçaria e bruxaria.

A despeito desse papo repetitivo, informe-lhe que no máximo sou do signo de Áries e devoto de São Jorge, o santo guerreiro. Filho de Ogum e no zodíaco chinês, Dragão. Ser mitológico que não existe, mas costuma cuspir fogo quando cutucado com vara curta. Se você ainda tem alguma pretensão de continuar recebendo minhas orientações, evite falar novamemente em “formulas mágicas” quando quiser algum esclarecimento. Perco mais tempo me justificando do que orientando.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa.

A garantia de 365 dias é um conjunto de técnicas instrumentais, educação do usuário e conhecimento da lei. Pelo CDC sou obrigado a fornecer 90 dias (e não três meses) de suporte gratuito pelo serviço executado. No entanto, emito o certificado de garantia com o prazo de 93 dias. Os 275 dias restantes são cobertos pela garantia extendida, mas igualmente limitada. Continue lendo

Publicado em Cartas | 1 comentário

Escrever certo pega bem

Marina é médica. Profissional de primeiro time, estuda muito, participa de congressos internacionais e escreve artigos pra revistas especializadas. Lê com prazer jornais, revistas e tudo lhe cai nas mãos. Gosta de participar de salas de bate-papos. Em suma: é pessoa sintonizada com o mundo.

Outro dia, prestou atenção à reforma ortográfica. Leu e releu a lei. Depois, concluiu: “Não vou fazer o menor esforço pra aprender as novas regras. Vivo muito bem com as que sei”. Mas, por via das dúvidas, consultou a coluna. “Eu posso ou não posso me comunicar bem sem eliminar tremas e acentos propostos pela Academia Brasileira de Letras?”

A resposta: pode. A ortografia não é condição indispensável para a comunicação eficiente. Se alguém escreve casa com z, cachorro com x, coração sem til e bom-dia sem hífen, o leitor estranhará a grafia, mas entenderá o recado. Prova definitiva é a língua abreviadíssima usada nos chats da internet. Lá, porque vira pq; você, vc; beijo, bj; beijinho, bjn; obrigado, obg. Muita gente não gosta do que vê, mas entende. Continue lendo

Publicado em Leituras & Cia | Deixar um comentário

“Negro é raça, preto é cor”

Em 2002 quando ainda era consultor e colunista técnico do jornal Correio Braziliense, uma grande revista de negócios com circulação quinzenal me solicitou uma análise sobre o mercado doméstico de computadores.

Em certo trecho da reportagem, eu pintava a situação: “[…] 2001 foi um ano negro para o setor informático…”.

Recebi muitas críticas em relação aos dados exclusivos que produzira para o trabalho, mas nada tão inusitado como mensagens me acusando de racista. Continue lendo

Publicado em F.O.C.A. | Com a tag | 1 comentário

O encanto dos Orixás, por Leonardo Boff

Por Leonardo Boff *

Quando atinge grau elevado de complexidade, toda cultura encontra sua expressão artística, literária e espiritual.
Mas ao criar uma religião a partir de uma experiência profunda do Mistério do mundo, ela alcança sua maturidade e aponta para valores universais.

É o que representa a Umbanda, religião, nascida em Niterói, no Rio de Janeiro, em 1908, bebendo das matrizes da mais genuina brasilidade, feita de europeus, de africanos e de indígenas.

Num contexto de desamparo social, com milhares de pessoas desenraizadas, vindas da selva e dos grotões do Brasil profundo, desempregadas, doentes pela insalubridade notória do Rio nos inícios do século XX, irrompeu uma fortíssima experiência espiritual.

O interiorano Zélio Moraes atesta a comunicação da Divindade sob a figura do Caboclo das Sete Encruzilhadas da tradição indígena e do Preto Velho da dos escravos.

Essa revelação tem como destinatários primordiais os humildes e destituídos de todo apoio material e espiritual. Continue lendo

Publicado em Leituras & Cia | 2 comentários

[Livro] Como ler livros

Como Ler Livros, publicado originalmente em 1940, tornou-se um fenômeno raro, um clássico vivo. Trata-se do melhor e mais bem-sucedido guia de compreensão de leitura para o leitor comum.

E agora ele retorna em versão completamente reescrita e atualizada. O livro aborda os vários níveis de leitura e mostra como atingi-los – da leitura elementar à leitura rápida, passando pelo folheio sistemático e pela leitura inspecional. Aprende-se a classificar um livro, a “radiogra fá-lo”, a isolar a mensagem do autor, a criticar.

Estudam-se as diferentes técnicas para ler livros práticos, literatura imaginativa, peças teatrais, poesia, história, ciências e matemática, filosofia e ciências sociais. Por fim, os autores oferecem uma lista de leituras recomendadas, bem como testes de leitura para que você possa medir seu progresso em compreensão, velocidade e capacidade de leitura.

Publicado em Leituras & Cia | Com a tag | 2 comentários

Fui demitido, e agora?

Eu fui demitido da (RedeTV!). Foi no dia oito do oito de oitenta e oito (08.08.88) e se chamava TV Manchete. Quem me demitiu foi um editor, meu xará e mineiro bacana que queria meu lugar de Assistente de Estúdio para colocar o enteado.

35 dias depois eu estava trabalhando no SBT como Operador de Satélite e com um salário muito maior.

Pouco tempo depois o meu “demissor” também fora demitido da TV Manchete e sem alternativa nenhuma foi parar na…TV Studios canal 5 (SBT).

O pobre coitado fugia sempre que me via. Ele também foi demitido do SBT. Foi parar na TV Record. Demitido novamente, retornou ao SBT. E advinhem? Por falar publicamente que o SBT não investia em jornalismo…foi dé-dé-demitido de-novo-outra-vez-novamente.

Eu? Tomei vergonha na cara e estudei para concursos publicos. Quando estava a um passo do Departamento de Polícia Federal (DPF), fui salvo pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Aonde permaneço até hoje.

Publicado em F.O.C.A. | 1 comentário

[insTrUTOR] Inclusão digital para idosos: como começar?

Caro Quemel, boa tarde.
Li alguns fóruns e artigos sobre inclusão digital para idosos, pois estou com um projeto a ser iniciado neste campo.
Vejo o quanto preciso aprender ainda antes de iniciar essa atividade com os idosos, visto que são alunos que precisam de uma didática especial. Mas quero fazer o melhor.
Peço que, se possível, compartilhe comigo onde posso encontrar mais artigos, apostilas, curiosidades, didáticas nesse campo.
Agradeço desde já seu apoio e paranenizo pelo tempo dispensado nas orientações dadas em fóruns e blogs.
Abraços.
Cássia – Serra- ES

Cara Cássia, salve!

Você está no caminho certo, pois todo cuidado ainda é pouco quando lidamos com esse tipo de estudante da média idade. Até mesmo pelo avanço da ciência, um idoso não é mais aquele que rompe a barreira das 60 primaveras.

Entre 2004 e 2009 coordenei, implementei e dava aulas para a Geração 3G (educandos entre 60 a 80 anos). Só para você ter uma idéia, a temperatura ambiente deve estar entre 22 a 24 graus, o tamanho da fonte nas apostilas e monitores deve ser superior a 24pt e 120pp, respectivamente. Tudo isso para criar um ambiente agradável e confortável para os cidadãos-seniores (outro nome dados ao idosos). Continue lendo

Publicado em InsTrUTOR | 2 comentários

Hino Nacional do Brasil: letra e música

Letra: Joaquim Osório Duque Estrada
Música: Francisco Manuel da Silva

Se emocione cantando o Hino Nacional do Brasil! Para ouvi-lo (3:50), clique no Audio Player abaixo:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Parte I
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heroico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.

Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.

Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

Parte II
Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Do que a terra, mais garrida,
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
“Nossos bosques têm mais vida”,
“Nossa vida” no teu seio “mais amores.”

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
– “Paz no futuro e glória no passado.”

Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

Publicado em Leituras & Cia | Deixar um comentário

[Livro] Trabalho Qualificado

O que você faria após ler esse livro?

Como servidor público federal (e técnico em informática) descobri que estou no caminho certo em busca pela ética e excelência dos meus serviços.

E como aprendiz-de-jornalista-não-diplomado? Vale a pena o exercício e os riscos da profissão? Leia o livro e descubra!

Este livro reúne três dos principais nomes mundiais em Psicologia e Educação: Gardner é reconhecido por sua teoria das inteligências múltiplas, que o levou a estudar criadores e lideres em diferentes domínios; Csikszentmihalyi, conhecido por descobrir o estado psicológico de “fluxo”, tem interesse especial pela criatividade; Damon, escreveu textos definitivos sobre desenvolvimento moral.

Nesta obrar ímpar, eles buscam entender a relação entre o desempenho de alto nível e a responsabilidade social, entre excelência e ética. Mostram também o que significa realizar um “trabalho qualificado” – um trabalho que seja simultaneamente de excelente qualidade e socialmente responsável – em uma época de constantes mudanças. Os autores citam exemplos de diversos domínios profissionais, oferecendo um conhecimento inédito e revelador sobre a atividade profissional e a necessidade de uma formação diferenciada para a capacitação completa.

A análise comparativa usa duas áreas do conhecimento: Biologia e Jornalismo. Segundo o livro, uma domina nossos corpos e a outra, nossa mente. É nesse caminho de descobertas que recomendo o livro para quaisquer profissionais.

No link baixo você pode degustar o capítulo I do livro e se deliciar com a leitura. [Quando a excelência e a ética se encontram]

Publicado em Leituras & Cia | Deixar um comentário

Carta a um jovem técnico em informática: por onde começar?

Doutor Computador

Caro colega, se o problema é apenas a idade, não tema, pois comecei aos 30 anos e quanto mais maturidade, melhor.

Se o problema é o desemprego, sugiro pensar seriamente a questão, pois neste mercado só existe espaço para profissionais, os picaretas e aventureiros permanecem apenas alguns meses.

Sugiro começar a formação com um currículo que denomino “propedêutico”.

1 – FORMAÇÃO BÁSICA
– Curso de montagem e configuração de computadores
– Curso de suite de aplicativos
– Curso de sistema operacional Windows/Linux
– Curso de Disk Operation System (DOS)

2 – FORMAÇÃO DE NEGÓCIOS
– Curso de empreendedorismo ON-LINE do Sebrae
– Curso de Inteligência e Contra-Inteligência
– Estudo sobre empreendedorismo e economia de serviços

3 – FORMAÇÃO AVANÇADA
– Curso de redes de computadores
– Curso de sistema operacionais de rede
– Curso de infra-estrutura de redes
– Montagem de redes wireless
– Manutenção em notebooks

4 – FORMAÇÃO EM CONSULTORIA
– Metodologia da Consultoria Doméstica em Informática
– Plano de Negócios/Marketing na Prestação de Serviços
– Ética profissional para Consultores
– Legislação Básica & Exercício Profissional
– Psicologia do Cliente
– Comportamento do Consumidor
– Atividades de Inteligência e Técnicas Informacionais
– Transformação de Produtos em Serviços
– Identificação de Oportunidades
– Como Cobrar Serviços Profissionais em Informatica

Enfim, sempre paralelo à formação técnica, desenvolva capacidades administrativas e empreendedoras. Por enquanto, não abra uma empresa para consertar computadores.

Uma coisa é você se tornar um excelente técnico em informática e prestar serviços de assistência técnica e outra, totalmente diferente é você administrar e gerenciar uma empresa de prestação de serviços de assistência técnica.

Bração e boa $orte,
Quemel

Publicado em Cartas, Doutor Computador | 19 comentários